O diálogo mostrará o caminho

30 nov

Temos acompanhado a polêmica do Código Florestal, principalmente após a divulgação do novo relatório, que propõe mudanças drásticas, no sentido de afrouxar a legislação existente no que tange às nossas florestas – tema de extrema importância para o futuro do Brasil e do planeta.

Pela nova proposta, há uma redução das exigências de reserva legal e APP’s (áreas de preservação permanente), bem como a possibilidade de concessão de anistia ampla e irrestrita aos desmatadores, o quê certamente aumentaria ainda mais o índice de desmatamento no Brasil, que já é alarmante.

Ocorre que muitos estão se esquecendo de que a preservação ambiental é fundamental para a continuidade das atividades de quem produz no campo. Proteger o entorno das nascentes de água é garantir a perenidade desse recurso para as próprias atividades agropecuárias; proteger a vegetação em áreas com alta declividade significa evitar os deslizamentos de terra, bem como proteger as matas ciliares significa impedir o assoreamento dos corpos hídricos e proteger as benfeitorias de eventuais enchentes e inundações.

É possível praticar uma agricultura de alto valor econômico com conservação dos recursos naturais. Os pequenos e médios agricultores também têm muito a ganhar se formos capazes de demonstrar que, com a conservação desses recursos, eles podem ser beneficiados com políticas de crédito e financiamento associadas à idéia de serviços ambientais.

Entendo necessária a retomada de uma negociação entre as partes interessadas, com vistas a se definir o que é bom para o Brasil e para o planeta.

Só assim avançaremos no debate.

Publicado originalmente em: Caderno 360

Comentários

  1. Marcelo Lanhoso 30. nov, 2010 at 17:34 #

    Ola Fábio, Parabéns pelo trabalho que vem desenvolvendo nos ultimos anos. Quando eu lhe conheci em 1987, eu acho, e fui trabalhar na sua campanha a pedido do Ernani com quem eu trabalhava na revista Mar Vela e Motor, entrei na briga graças ao seu histórico que eu li e achei que valia a pena. Hoje vejo que valeu mesmo a pena e ver vc a frente destes movimentos por um Mundo melhor, me deixa de CONSCIENCIA tranquila pois tenho certeza que estou bem representado, ou seja, aquele em quem eu votei, pensa como eu. Vá em frente e consciente de que existem muitos que pensam como a gente. Um grande abraço, Marcelo Lanhoso

  2. Lucila 13. jan, 2011 at 12:28 #

    Prezado Fabio Feldmann, as mudanças no Código Florestal não podem acontecer, de jeito nenhum. O que poderia ser feito para impedir tamanha barbaridade? Será possível, que tantos políticos, calejados por erros de anos, não acordam para a questão ambiental? Os valores estão no chão e tudo é feito escancaradamente, haja vista a promessa do deputado Micheleto, de garantir a presidência da Câmara para o deputado que aprovar as mudanças. Estão completamente desvairados. Ignorância, estupidez, pequenez, ambição faz com que não se enxergue além da ponta do próprio nariz. Infelizmente, quase a totalidade dos políticos estacionou nesse ponto. Por favor, se não fez ainda, dê início a uma grande campanha para impedir as mudanças no Código, exigindo que especialistas e técnicos sejam consultados. Acho que o seu trabalho na questão ambiental, a sua militância receberão apoio da maioria dos brasileiros. O tempo urge, pois em fevereiro pretendem por a questão em votação. Obrigada e muito sucesso em seu trabalho em defesa da Natureza, da vida e da saúde, em conseqüência …

Deixe um comentário